Uma das coisas que poderá fazer para aumentar as probabilidades de vender é adicionar a sua fotografia às características corretas e colocar uma descrição que chame a atenção do possível comprador. Estas atitudes podem garantir a sua venda num mercado tão concorrido como este. Vender imagens em bancos de dados pode ser uma boa forma de começar a juntar algum dinheiro para investir no seu material. Veja abaixo alguns bancos de dados que lhe podem ser úteis:


Se queres abraçar o lado nómada do termo Nomadismo Digital e és desta área, podes aproveitar enquanto viajas para descobrir novos locais turísticos e trabalhar pontualmente para cada um deles. O site World Packers permite-te encontrar oportunidades de trabalho em vários locais, trocando os teus serviços por alojamento e/ou alimentação. Clica aqui para saberes mais.

Olhar para o próprio trabalho é aceitar que nosso último ensaio não é tão bom quanto a sensação que ficou, ou que no começo não estávamos tão errados ao gostar muito de alguma foto: ela realmente era boa! Refletir sobre as próprias composições e “crias” é ainda o primeiro passo para abandonar sua zona de conforto e estimular ainda mais o seu olhar fotográfico. É aceitar que, sim, estas são as minhas melhores fotos de 2013 até agora, mas ainda tenho 6 meses de criação pela frente.
A boa notícia é que já existem vários trabalhos que podem ser realizados a partir do conforto da sua casa. Mas tenha cuidado apesar da oferta ser variada nem sempre é de confiança, o EPM vai ajudá-lo a descobrir que tipo de trabalhos podem ser realizados a partir de casa e que tragam bons rendimentos, podendo assim conciliar a sua lide familiar com a vida profissional.
És jardineiro/a? Ou da área da agricultura ou agronomia? Esta área é mais do que uma área profissional: é um nicho! Apesar de ser vista como uma área presencial, se tiveres vontade de te afastar da responsabilidade em ter que estar fisicamente presente nos terrenos, jardins ou locais, seguem algumas ideias de serviços que podes oferecer de forma remota:
×